Perguntas Frequentes
Estas são algumas das perguntas que os meus clientes me colocam com maior frequência. Algumas das informações que procura poderão estar aqui. Caso tenha alguma questão por esclarecer, não hesite em contactar-me!
thinking
pinA terapia online é tão eficaz quanto a presencial?
Sim. Aliás, a terapia presencial e a online partilham várias características. A primeira, e talvez a mais relevante para o tratamento psicológio do cliente, é a elaboração pelo psicólogo de um plano de tratamento adequado às necessidades do cliente assente em saberes científicos devidamente fundamentados. Apenas através um plano rigoroso com uma base científica sólida poderá a terapia psicológica ter sucesso.
Em segundo lugar, as duas formas de terapia seguem um processo que visa a eficácia e autonomia. Outro ponto em comum a ambas é a relação terapêutica, tão fulcral a um tratamento bem sucedido. Ambas as consultas são também um momento de autocuidado, reflexão e autoconhecimento onde a confidencialidade e privacidade do cliente são totalmente asseguradas. E ambas são encaradas com profissionalismo, compromisso e dedicação.
pinQuais as vantagens da terapia online?
A terapia online tem várias vantagens. Devido à natureza digital da consulta, o cliente precisa apenas de um telefone, tablet ou computador para a poder realizar. A escolha do espaço é sua, podendo optar por estar no conforto e na privacidade da sua casa; não há necessidade de deslocação, pelo que os momentos que antecedem e precedem a sessão poderão ser dedicados a outras tarefas e pensamentos.
Por outro lado, a terapia presencial requer deslocação até ao local onde se irá realizar a sessão; existe a partilha do mesmo espaço físico com o terapeuta, sendo esta proximidade física, para algumas pessoas, sentida como uma vantagem. Há também um maior condicionamento no agendamento de sessões quando, por exemplo, o cliente vive longe do psicólogo.
pinQual a função de um psicólogo?
De uma forma geral, procura estudar e compreender a mente através da avaliação e observação do comportamento e das emoções, desenvolvendo técnicas e estratégias para prevenir, diagnosticar e tratar problemáticas psicológicas.
pinQuando devo procurar ajuda?
Quando não conseguir lidar com as próprias emoções; quando se sentir angustiado, com tristeza profunda e prolongada; quando se sentir deprimido, ansioso ou stressado; quando estiver a passar por perdas, luto ou separações; quando existirem conflitos de relacionamento difíceis de lidar; quando estiver numa fase de sofrimento ou de difícil transição; quando sentir que precisa de ajuda, mesmo sem motivo aparente; quando quiser desenvolver habilidades e conhecer-se melhor.
pinQuais os problemas mais comuns?
Questões de ansiedade e depressão são as mais frequentes. Paralelamente, questões internas, como a forma como a pessoa se vê ou relaciona, medos, inseguranças, ou algo que acontece na sua vida e a leva a uma necessidade de adaptação que nem sempre é rápida ou fácil e, muitas vezes, gera sofrimento, como o divórcio, parentalidade, mudanças de trabalho.
pinQual a diferença entre um Psicólogo e um Psiquiatra?
Existem duas grandes diferenças na forma como o tratamento psiquiátrico e o tratamento psicológico se processam. Em primeiro lugar, o psicólogo não prescreve medicação. Em segundo lugar, o acompanhamento psicológico consiste mais no processo de escuta, contrariamente ao psiquiátrico, que vai prescrever medicamentos para tratar as desordens biológicas e neuroquímicas. O processo utilizado pelo psiquiatra resolve a questão orgânica, mas não melhora necessariamente a sua forma de lidar com a vida, pois esse é o trabalho do psicólogo. Sendo assim, um psicólogo ouve os relatos de um paciente e a partir daí trabalha mudanças comportamentais e emocionais. O psiquiatra trabalha mais com perturbações do foro psiquiátrico como esquizofrenia, psicopatia, bipolaridade. Essas doenças vão além de comportamentos e são causadas por distúrbios no cérebro envolvendo reações químicas.
pinComo se processa a consulta online?
O cliente precisa de um equipamento (computador, telemóvel, ou tablet) com acesso à internet e com uma plataforma que permite a videochamada (Skype). A marcação das consultas é feita através dos contactos habituais (email, telefone, ou redes sociais), e o seu pagamento é feito por transferência bancária.
O cliente deve encontrar-se num local em que tenha privacidade, recebendo assim a videochamada da psicóloga à hora marcada para dar início à sessão. Posto isto, a consulta será o mais próxima possível de uma consulta presencial.
pinO que devo ter em conta para escolher um psicólogo?
Perceber a intenção da procura. Questione-se, “Porque estou a procurar por um psicólogo?”, e mediante a resposta escolha um especialista que consiga atender às suas necessidades. Solicite referências a amigos ou pessoas da sua confiança.
O psicólogo deve ser empático e permitir que o cliente se sinta confortável e à vontade. Uma boa relação terapêutica é preditora de melhores resultados terapêuticos 😊
Perguntas Frequentes
Estas são algumas das perguntas que os meus clientes me colocam com maior frequência. Algumas das informações que procura poderão estar aqui. Caso tenha alguma questão por esclarecer, não hesite em contactar-me!
thinking
pinA terapia online é tão eficaz quanto a presencial?
Sim. Aliás, a terapia presencial e a online partilham várias características. A primeira, e talvez a mais relevante para o tratamento psicológio do cliente, é a elaboração pelo psicólogo de um plano de tratamento adequado às necessidades do cliente assente em saberes científicos devidamente fundamentados. Apenas através um plano rigoroso com uma base científica sólida poderá a terapia psicológica ter sucesso.
Em segundo lugar, as duas formas de terapia seguem um processo que visa a eficácia e autonomia. Outro ponto em comum a ambas é a relação terapêutica, tão fulcral a um tratamento bem sucedido. Ambas as consultas são também um momento de autocuidado, reflexão e autoconhecimento onde a confidencialidade e privacidade do cliente são totalmente asseguradas. E ambas são encaradas com profissionalismo, compromisso e dedicação.
pinQuais as vantagens da terapia online?
A terapia online tem várias vantagens. Devido à natureza digital da consulta, o cliente precisa apenas de um telefone, tablet ou computador para a poder realizar. A escolha do espaço é sua, podendo optar por estar no conforto e na privacidade da sua casa; não há necessidade de deslocação, pelo que os momentos que antecedem e precedem a sessão poderão ser dedicados a outras tarefas e pensamentos.
Por outro lado, a terapia presencial requer deslocação até ao local onde se irá realizar a sessão; existe a partilha do mesmo espaço físico com o terapeuta, sendo esta proximidade física, para algumas pessoas, sentida como uma vantagem. Há também um maior condicionamento no agendamento de sessões quando, por exemplo, o cliente vive longe do psicólogo.
pinQual a função de um psicólogo?
De uma forma geral, procura estudar e compreender a mente através da avaliação e observação do comportamento e das emoções, desenvolvendo técnicas e estratégias para prevenir, diagnosticar e tratar problemáticas psicológicas.
pinQuando devo procurar ajuda?
Quando não conseguir lidar com as próprias emoções; quando se sentir angustiado, com tristeza profunda e prolongada; quando se sentir deprimido, ansioso ou stressado; quando estiver a passar por perdas, luto ou separações; quando existirem conflitos de relacionamento difíceis de lidar; quando estiver numa fase de sofrimento ou de difícil transição; quando sentir que precisa de ajuda, mesmo sem motivo aparente; quando quiser desenvolver habilidades e conhecer-se melhor.
pinQuais os problemas mais comuns?
Questões de ansiedade e depressão são as mais frequentes. Paralelamente, questões internas, como a forma como a pessoa se vê ou relaciona, medos, inseguranças, ou algo que acontece na sua vida e a leva a uma necessidade de adaptação que nem sempre é rápida ou fácil e, muitas vezes, gera sofrimento, como o divórcio, parentalidade, mudanças de trabalho.
pinQual a diferença entre um Psicólogo e um Psiquiatra?
Existem duas grandes diferenças na forma como o tratamento psiquiátrico e o tratamento psicológico se processam. Em primeiro lugar, o psicólogo não prescreve medicação. Em segundo lugar, o acompanhamento psicológico consiste mais no processo de escuta, contrariamente ao psiquiátrico, que vai prescrever medicamentos para tratar as desordens biológicas e neuroquímicas. O processo utilizado pelo psiquiatra resolve a questão orgânica, mas não melhora necessariamente a sua forma de lidar com a vida, pois esse é o trabalho do psicólogo. Sendo assim, um psicólogo ouve os relatos de um paciente e a partir daí trabalha mudanças comportamentais e emocionais. O psiquiatra trabalha mais com perturbações do foro psiquiátrico como esquizofrenia, psicopatia, bipolaridade. Essas doenças vão além de comportamentos e são causadas por distúrbios no cérebro envolvendo reações químicas.
pinComo se processa a consulta online?
O cliente precisa de um equipamento (computador, telemóvel, ou tablet) com acesso à internet e com uma plataforma que permite a videochamada (Skype). A marcação das consultas é feita através dos contactos habituais (email, telefone, ou redes sociais), e o seu pagamento é feito por transferência bancária.
O cliente deve encontrar-se num local em que tenha privacidade, recebendo assim a videochamada da psicóloga à hora marcada para dar início à sessão. Posto isto, a consulta será o mais próxima possível de uma consulta presencial.
pinO que devo ter em conta para escolher um psicólogo?
Perceber a intenção da procura. Questione-se, “Porque estou a procurar por um psicólogo?”, e mediante a resposta escolha um especialista que consiga atender às suas necessidades. Solicite referências a amigos ou pessoas da sua confiança.
O psicólogo deve ser empático e permitir que o cliente se sinta confortável e à vontade. Uma boa relação terapêutica é preditora de melhores resultados terapêuticos 😊